O PRIMEIRO DENTE DO BEBÊ E A ESCOVAÇÃO DENTAL

PUBLICADO EM 19/10/16

ANTES DE SAIR O PRIMEIRO DENTE

Para prevenir a acumulação de placa que pode provocar cáries, os odontologistas pediatras e pediatras recomendam fazer limpeza regular das gengivas do seu recém-nascido com uma gaze depois das comidas. Adicionalmente, tome medidas para prevenir cáries causadas pela mamadeira, uma doença que se apresenta em 15% das crianças e causa cáries graves. Para prevenir este tipo de cáries, não alimente a sua criança com uma fórmula que contenha açúcar. A probabilidade de desenvolver cáries está diretamente relacionada com o número de vezes que os dentes estão em contato com coisas doces (a fórmula pode conter um pouco de açúcar).


ESCOVAÇÃO DE DENTES DE BEBÊ

Ao redor dos quatro meses, os dentes começam a sair às crianças. Quando sai o primeiro dente, é momento de começar a escovar e também a visitar o odontologista. As cáries e a gengivites são problemas associados aos dentes em crescimento da sua criança. Escove seus dentes por dois minutos, duas vezes por dia, para prevenir cáries e para que o bebê se habitue ao tempo recomendado de escovação.


OS BEBÊS NECESSITAM PRODUTOS ESPECIAIS?

Da mesma forma como as crianças em desenvolvimento necessitam atenção especial, seus dentes também necessitam. Utilize uma escova de cerdas extra suaves para escovar os dentes, até que seu filho tenha 3 anos. Mais adiante, quando seja seguro, pode usar creme dental com flúor sob sua supervisão. Quando se trata de bebês, se você quer, pode começar a treiná-los para que no futuro não ingiram o creme dental. Pode-se ajudar as crianças com um creme de sabor a fruta e uma fórmula que não faça espuma.


ALGUMAS ESTATÍSTICAS IMPORTANTES DE CUIDADO BUCAL INFANTIL

• As cáries em crianças é a doença crónica mais comum; cinco vezes mais comum do que asma e muitas vezes mais comum do que a rinite alérgica.
• Quase 20% das crianças entre 2 e 3 anos de idade têm pelo menos uma cárie sem tratar antes de sua primeira visita ao odontologista, aos 4 ou 5 anos.
• 50 % das crianças sofre de gengivite.
• Os problemas dentais resultam em 51 milhões de horas escolares perdas cada ano.
• Estudos demostram que o custo dental de ter crianças que tem ido ao odontologista em seus primeiros cinco anos de vida é 40% menor do que depois dessa idade.
Fonte: